Consultar o dentista ainda não está entre os hábitos mais frequentes da maioria dos portugueses. De acordo com o Barómetro da Saúde Oral realizado em 2018, mais de 41% admite não visitar o médico dentista há mais de um ano e apenas 14% marca consulta duas ou mais vezes por ano.

O médico dentista como conselheiro

Apesar destes números pouco animadores, o mesmo estudo mostra que os portugueses estão satisfeitos com o seu médico dentista. Este é visto não tanto como um profissional de saúde, mas mais como um conselheiro, cuja opinião é altamente valorizada. O Barómetro avança ainda que cerca de 77% dos inquiridos escolheram o seu médico dentista através de recomendação de familiares ou amigos.

E o que mais valorizam os portugueses na relação estabelecida com o profissional de saúde? Os atributos “atualizado”, “paciente” ou “simpático” entram em linha de conta, mas é a “confiança” que se destaca. Na verdade, a esmagadora maioria dos portugueses (98%) coloca o trabalho e a relação com o médico dentista acima das instalações e equipamentos das clínicas onde a atividade é exercida.

O check-up, a limpeza e a ortodontia mantêm-se na liderança quanto aos motivos da visita ao médico dentista (42,8%), apesar de o número ter reduzido em relação ao ano anterior. A mesma tendência verificou-se no que toca à dor de dentes, que levou, segundo o Barómetro de 2018, 11,8% dos portugueses ao médico dentista.

A importância de escovar os dentes

Face a estes dados, será que a higiene oral é uma prioridade em Portugal? O estudo diz que sim, com 96,2% dos inquiridos a admitirem escovar os dentes com frequência, com principal incidência para as mulheres. Este é, no entanto, o valor mais baixo desde que se realiza a pesquisa. Apesar de não fazer parte da análise, o uso de um dentífrico adequado é uma rotina fundamental para garantir a saúde oral. E que tal combater com um só produto duas condições tão prevalentes como dentes sensíveis e problemas de gengivas? A solução é Sensodyne Sensibilidade & Gengivas. Dentífrico clinicamente comprovado, forma uma camada protetora sobre as áreas sensíveis dos dentes, aliviando a sensibilidade dentária, ao mesmo tempo que remove a placa bacteriana, ajudando assim a reduzir os problemas de gengivas.

CHPT/CHSENO/0097/19 – 10/19

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.