Todos gostaríamos de ter um sorriso bonito e saudável. Mas nem sempre é possível, por exemplo devido ao desgaste natural do esmalte que, com o passar dos anos, se torna responsável pela descoloração e aparecimento de manchas nos dentes.

O branqueamento está, assim, entre as intervenções mais comuns na agenda dos profissionais de saúde oral. Se está a pensar neste procedimento, saiba desde já que a coloração dentária depende da genética e por mais que se deseje um sorriso de estrela de cinema, isso nem sempre é exequível.

O médico dentista deverá desde logo ter este fator em consideração, aconselhando – se for caso disso – o melhor procedimento, conforme as condições clínicas, a relação eficácia/segurança e as expectativas do paciente.

À partida, todos os indivíduos com mais de dezoito anos podem submeter-se ao branqueamento dentário, mas é importante recorrer sempre a um profissional e preparar-se para alguns efeitos secundários. Sensibilidade dentária e desconforto gengival são os mais frequentes, que usualmente desaparecem com a interrupção do tratamento.

Para quem tem restaurações ou próteses dentárias poderá ter de as substituir terminado o branqueamento, de modo a harmonizar a cor e a integridade das mesmas.

Rotinas para uns dentes mais brancos

Mas será o branqueamento dentário o único caminho para o sorriso desejado? Nada disso. Manter os dentes brancos e sem manchas, incluindo os sensíveis, é possível graças a alguns gestos diários. Esqueça, desde já, as mezinhas caseiras. O uso de bicarbonato de sódio no seu estado puro é, muitas vezes, apontado como solução, mas só irá desgastar o esmalte e afetar as gengivas. Se fuma, a coloração dos seus dentes é mais um excelente motivo para pensar duas vezes. Sabia que o alcatrão dos produtos de tabaco é um dos maiores causadores de manchas dentárias?

A alimentação deve também ser acautelada. Refrigerantes, café, chá e vinho devem ser evitados ou, pelo menos, reduzidos. E claro que a higiene oral é um passo determinante. Escove os dentes pelo menos duas vezes por dia, de preferência após as refeições e ao deitar. Não deixe que os produtos “milagrosos”, que na verdade podem prejudicar a saúde dos dentes e das gengivas, entrem nesta rotina.

Opte por Sensodyne Branqueadora, pasta de dentes de baixa abrasividade desenvolvida especialmente para quem sofre de sensibilidade dentária. Para além de aliviar a dor e proteger contra esta condição, previne o aparecimento de cáries e ainda ajuda a remover as manchas de forma suave, ajudando a devolver aos dentes o seu branco natural. Não se esqueça ainda de que uma escova de cerdas suaves, o elixir e o fio dentário podem fazer toda a diferença para conquistar o sorriso com que sempre sonhou.

 CHPT/CHSENO/0082/19 - 09/2019

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.