Alergias, garganta irritada e outras condições respiratórias têm muitas vezes origem na má qualidade do ar. E isso deve-se geralmente a uma deficiente ventilação dos espaços, a começar pela nossa própria casa.

Fique com alguns conselhos para tornar o ar doméstico mais saudável.

·  Tenha atenção ao bolor. Esta é uma das causas mais frequentes de alergias e condições relacionadas com a garganta.

·   Cuidado com agentes poluentes como por exemplo o pó. Aspire regularmente a casa e diga não à acumulação de poeiras. Evite assim tapetes, carpetes e almofadas. Quanto a cortinas prefira as de tecidos sintéticos e lisos.

·   Não fume dentro de casa, ou no limite faça-o à janela. O fumo dos produtos de tabaco é um dos grandes inimigos da garganta até para os fumadores passivos.

·    Areje frequentemente a casa, abrindo as janelas. Tenha em atenção o sentido do ar, não deixe que este regresse ao interior e empurre a humidade libertada pelo duche ou outras divisões.

·    As plantas ajudam à renovação do ar. Prefira azaleias, antúrios, begónias e crisântemos.

·    Não deixe a limpeza do ar condicionado para depois. Faça-a no mínimo a cada seis meses, devendo a periodicidade passar para trimestral em caso de alergias.

·         A cozinha e a casa de banho são as principais fontes de humidade. Tenha especial cuidado com a sua ventilação. Coloque extratores nas janelas da cozinha, chaminé do fogão e casa de banho.

·         Opte por aberturas nas caixas dos estores. Prefira modelos auto-reguláveis, cujas lâminas fecham e abrem conforme a velocidade do vento.