Todos os dias usamos as articulações, nos mais pequenos movimentos e gestos. Mas só damos por elas quando doem ou, na pior das hipóteses, nos incapacitam.

Saiba o que fazer para manter as suas articulações saudáveis e combater os efeitos do passar dos anos.

Atividade física

Se ainda pensa que o ócio é o melhor remédio para as articulações está na hora de mudar de ideias. O exercício ajuda a fortalecer os músculos em torno da articulação e a reduzir a pressão sobre os ossos. Mas não exagere nem comece com modalidades de alto impacto. Que tal experimentar a natação ou o ciclismo?

Movimentos de risco

O exercício é benéfico, mas há que evitar alguns movimentos mais suscetíveis de causar lesões. Da lista constam mudanças rápidas de direção, torção ou giro, movimentos típicos de modalidades como o futebol, o basquete e a corrida, que devem ser riscadas da sua rotina em caso de doença articular.

Peso

O excesso de peso é um dos grandes inimigos da saúde articular. Se já torce o nariz ao olhar para a balança, faça por emagrecer. Esta é a melhor forma de aliviar a dor, já que estará a evitar um esforço excessivo das articulações.

Alimentação

Uma dieta equilibrada é uma excelente ajuda para manter as articulações em grande forma. Prefira frutas e vegetais e opte por proteínas saudáveis como peixe e frango, nozes e soja. O ómega-3 presente, por exemplo nos frutos secos, é um ótimo anti-inflamatório. Já o magnésio, em que as bananas são ricas, promove a formação de colagénio e é fundamental para a contração e relaxamento dos músculos.