Apesar de associada muitas vezes a adolescentes e adultos, a inflamação das gengivas não deixa de fora os mais pequenos. Bebés e crianças podem sofrer desta condição, sobretudo aquando do nascimento dos dentes de leite e dos definitivos.

É importante os pais estarem atentos aos sintomas, entre os quais vermelhidão e sangramento das gengivas, o que no caso dos bebés nem sempre acontece atempadamente, com a suspeita da doença a surgir apenas quando estes se recusam a comer, demonstrando desconforto bucal.

Escovar os dentes é divertido

A luta contra a placa bacteriana causadora da gengivite deve começar desde cedo, com a aprendizagem das técnicas de escovagem dos dentes, que impedirá o acumular de restos de alimentos e a consequente placa bacteriana. É certo que os mais pequenos não gostam particularmente deste ritual quotidiano, mas nada como o associar a um tempo de brincadeira e diversão.

Escolha uma escova pensada para crianças, de cores garridas e com bonecos, que possa ser vista como um brinquedo. Os mais pequenos adoram imitar os pais, e a escovagem não foge à regra. Escove os dentes perto da criança e mostre-lhe como é agradável. Crie ainda uma rotina, habituando o seu filho a escovar os dentes sempre no mesmo horário. Encontrará também na internet tutoriais que, de modo divertido, ensinam e motivam os mais pequenos para a higiene oral.

Os mesmos truques aplicam-se ao fio dentário, que pode ser utilizado, primeiro com a ajuda dos adultos, a partir dos seis meses de idade, e mais tarde pela própria criança.

A primeira ida ao dentista

Uma dieta saudável é determinante para preservar a saúde oral dos mais pequenos. Evite alimentos doces e pastosos, que adiram aos dentes, sobretudo se não for possível escová-los depois. No caso dos bebés, é importante higienizar a boca após a ingestão de xaropes açucarados.

Muitos pais adiam a primeira ida das crianças ao dentista. Aqui as opiniões dividem-se, mas de forma geral defende-se que esta aconteça antes do primeiro ano de idade. Para além de avaliar o estado dos dentes e gengivas, o profissional de saúde ajudará a melhorar hábitos de higiene e a eliminar maus hábitos. Para controlar a gengivite, poderá ser necessário o polimento de modo a eliminar a placa bacteriana e ainda o recurso a medicação para diminuir a sua aderência e fortalecer o esmalte.

créditos da imagem - evgenyataman/depositphotos.com