Se acorda com os músculos da mandíbula doridos e dor de cabeça é possível que sofra de bruxismo, ou seja, do ranger e apertar involuntário dos dentes.

A lista de sintomas inclui ainda estalos na articulação do maxilar, dor prolongada dos músculos da face, dentes danificados e gengivas feridas e inchaço na mandíbula inferior.

O stress quotidiano é uma das causas desta condição que afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Mas existem outras como má oclusão, doenças do sistema nervoso ou a toma de alguns medicamentos para o tratamento da depressão.

Apertar e ranger os dentes leva ao desgaste do esmalte, expondo a dentina, causando m a sensibilidade dentária. Desprotegido, o dente enfraquece e fica mais sujeito a complicações como cáries, quebras e até perda.

O tratamento do bruxismo depende do grau dos danos e da causa provável e inclui o uso de uma boqueira feita à medida, que encaixa sobre os dentes superiores e impede que interfiram com os inferiores. Mas não se trata de uma cura.

É possível que o especialista recomende restaurações, coroas ou ortodontia de modo a corrigir o alinhamento dos dentes. Outra das formas de combater o bruxismo é reduzir a tensão e a ansiedade. Encontre a sua própria terapia para se livrar do stress e, adicionalmente, aplique uma toalha morna e molhada sobre os músculos doridos da face de modo a relaxá-los.