A tendinite carateriza-se pela inflamação do tendão, a estrutura fibrosa que une o músculo ao osso. Dor e inchaço são as marcas deste problema que pode surgir em qualquer parte do corpo, mas é mais recorrente no ombro, cotovelo, punho, joelho e tornozelo.

Fique agora a conhecer algumas das principais causas da tendinite.

Postura incorreta. Tenha especial atenção aos ombros, uma vez quando para a frente diminuem o espaço destinado ao deslizamento dos tendões, levando a atrito e lesões.

• Falta de alongamento muscular. Tire algum tempo para alongar os músculos. A falta deste movimento sobrecarrega o tendão, causando lesões.

Movimentos repetidos. O uso de computadores, tablets ou telemóveis é responsável pela fadiga dos tendões. O mesmo sucede com outros movimentos, como por exemplo, os relacionados com o trabalho fabril ou o tocar de instrumentos musicais.

Stress. Faça os possíveis para evitar e combater a ansiedade. O stress é o culpado por contraturas musculares e fadiga, ambos altamente prejudiciais aos tendões.

Doenças autoimunes. Condições, como por exemplo a artrite reumatóide, são causadoras de tendinite. Há que ter em conta que nestes casos, as células do sistema imunitário reconhecem erradamente os tendões como inimigos e atacam-nos.

Antibióticos. A toma de determinados antibióticos, como a levofloxacina e a ciprofloxacina, pode induzir a tendinite.

Tabagismo. O consumo de produtos de tabaco é outro fator de risco a ter em conta. Mais uma razão para pensar em largar este hábito.

Obesidade e diabetes. O excesso de peso e a diabetes podem causar ou agravar a tendinite. Tenha cuidado com a alimentação e controle os níveis de açúcar no sangue.