Para descansar e relaxar a musculatura durante o sono é necessário o apoio adequado, de modo a evitar torcer ou exercer tensão nas articulações. Dormir numa posição menos adequada pode causar, no dia seguinte, dores nos músculos, membros ou cabeça.

Dormir de lado

Esta é considerada a melhor posição para dormir, porque mantém um maior alinhamento da coluna. Permite ainda que cabeça e pés fiquem à altura do coração, facilitando assim a circulação e ajudando ao normal funcionamento do corpo durante o sono.

Mas não basta dormir de lado. A almofada é um fator determinante. Esta deve ter a altura do ombro, para que a cabeça não fique inclinada. Outra dica é colocar uma almofada entre os joelhos, o que permite alinhá-los com o tronco.

O corpo também não deve ficar completamente reto, há que respeitar a curvatura natural da coluna. Mantenha as pernas um pouco fletidas e a anca relaxada, desta forma evitará forçar o nervo ciático.

Já os braços não devem ser esticados sobre a cabeça, pois esta posição pode provocar dor no ombro, bursite ou tendinite.

Dormir de barriga para cima

Não sendo a posição ideal, não é também a pior. A vantagem é o relaxamento das articulações, impedindo torções e dores. Só que desta forma, a coluna não fica na melhor das posições, havendo ainda maior probabilidade de ronco e apneia.

Se dorme nesta posição, use uma almofada baixa; estará a evitar tensão na musculatura cervical. Para relaxar as pernas, coloque uma almofada sob os joelhos, o que permite que fiquem menos estendidos e relaxando músculos lombares e das coxas.

Coloque os braços ao longo do corpo ou com as mãos sobre o abdómen, mas sem forçar para não prejudicar a respiração.

Dormir de bruços

Eis uma posição que deve esquecer. Para além de deixar o corpo reto, é contraindicada para o pescoço, porque ao virar-se para respirar acaba por torcê-lo cerca de noventa graus. Ao usar uma almofada, a situação ainda piora, pois para além de torcido, o pescoço sofre uma hiperextensão que leva a dores cervicais.

Neste caso, não há muito a fazer. Se opta por esta posição para dormir, tente alterá-la o mais rapidamente possível. Mesmo que se sinta confortável, poderá vir a ter problemas cervicais, dor nos ombros, bursite, tendinite e dores nas costas.