Um cão ou um gato podem ser os nossos melhores amigos. Nada como chegar a casa e ser recebido com pulos e lambidelas. Só que nem todos podem usufruir desta amizade incondicional sem sofrer as consequências das alergias.

Os terríveis ácaros

Entre os alérgenos presentes dos companheiros de quatro patas estão as proteínas encontradas na pele e na saliva. Mas os grandes maus da fita são os ácaros. Microrganismos da classe dos aracnídeos, muitos deles com menos de um milímetro de comprimento, vivem no pelo do animal, alimentando-se das secreções da sua pele.

Os agentes alérgicos destes seres tão invisíveis como perigosos são os responsáveis pela rinite, conjuntivite, eczema, tosse e asma, que afetam sobretudo as crianças. Como se não bastasse o pelo dos animais domésticos, os ácaros formam as suas gigantescas colónias sobretudo em almofadas, colchões e cortinados. Logo, aconselha-se a que o animal não lhes tenha acesso, bem como a sua limpeza redobrada.

Sinais de alerta

A grande maioria das pessoas não sente qualquer sintoma depois de estar em contacto com um gato ou um cão. Já as que têm um sistema imunitário mais fragilizadopodem sofrer com esse convívio e experimentar sensações nada agradáveis depois de fazerem uma simples festa ou receberem a retribuição em forma de lambidela.

A alergia a animais domésticos pode ir de leve a grave, manifestando-se poucos minutos depois do contacto. Entre os principais sintomas estão os espirros, inflamação e congestão nasal, urticária, falta de ar, tosse e coceira nos olhos, nariz ou garganta.

Bastante comum, esta condição pode ter mais incidência em pessoas com antecedentes familiares de alergias. Há ainda pesquisas que provaram que o convívio com animais domésticos durante a primeira infância pode reduzir o risco, mas esta conclusão não é ainda aceite por todos os especialistas.

Se planeia aumentar a família com um membro de quatro patas, e suspeita ser alérgico, consulte um imunoalergologista. Este realizará exames – à pele ou ao sangue – que poderão determinar a que agentes é sensível, bem como aconselhar quanto à sua prevenção e tratamento.